Viver > Agricultura – Avisos

Agricultura – Avisos

2020

Circular n.º 18 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 17 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 12 da Estação de Avisos do Douro

Circular n.º 16 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 15 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 14 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 13 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 12 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 11 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 10 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 9 da Estação de Avisos do Douro

Circular n.º 9 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Aditamento à Circular 08-2020 da Estação de Avisos do Douro (29.05.2020)

A previsão do tempo efetuada pelo IPMA aponta para alguma instabilidade (aguaceiros e trovoadas), para os próximos dias.

Míldio Atenção!

Temos verificado ataques de míldio na folha e cacho, alguns dos quais com elevada severidade, por toda a Região.
Assim, as vinhas que se encontrem desprotegidas contra o míldio, devem ser tratadas de imediato.
Nos casos em que os tratamentos forem realizados após as chuvas, os fungicidas devem possuir ação curativa.

OíDio atenção!

As condições ambientais têm sido favoráveis ao desenvolvimento do oídio, verificando-se já ataques em algumas vinhas.
Observamos que a doença se tem manifestado principalmente nas vinhas que apresentam um grande desenvolvimento vegetativo (vigor), pelo que não devem ser descuradas as operações culturais, de forma a que as sebes de vegetação permitam o arejamento da zona dos cachos e a boa penetração da calda fungicida.
Assim, até ao fecho do cacho, as vinhas devem manter-se protegidas preventivamente contra esta doença, repetindo os tratamentos de acordo com a persistência de ação dos produtos utilizados. Deve ter o cuidado de alternar os produtos, para evitar o aparecimento de resistências.

Circular n.º 8 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 7 da Estação de Avisos do Douro

Circular n.º 7 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 6 da Estação de Avisos do Douro

Fungicidas homologados para o combate à Podridão Negra (Black Rot)

Fungicidas homologados para o combate ao míldio da videira

Fungicidas homologados para o combate ao oídio da videira

Registo dos produtos fitofarmacêuticos utilizados

MÍLDIO ATENÇÃO!

Temos verificado manchas de míldio na folha e cacho, e a previsão do IPMA é de instabilidade climática para aos próximos dias, com elevada probabilidade de ocorrência de chuva/trovoadas.

Face a esta previsão, aconselhamos a renovar os tratamentos ao 8º dia, usando fungicidas sistémicos que possuam ação curativa.

Nas vinhas em que for realizado o tratamento contra o míldio, deverá ser adicionado à calda um fungicida anti-oídio sistémico do grupo dos IBE’s.

As vinhas com historial de Black Rot, deverá existir o cuidado de selecionar os fungicidas que possuam também eficácia contra esta doença.

GRANIZO

Tendo como objetivo minimizar os prejuízos provocados pela queda de granizo, aconselhamos a adoção das seguintes medidas:

1) TRATAMENTO

· Aconselhamos a imediata realização de um tratamento anti-míldio e anti-oídio, adicionando à calda um adubo foliar com elevada percentagem de cálcio. O tratamento será tanto mais eficaz quanto mais rapidamente for efetuado.

Nota: Não deverá ser utilizado cobre por causar maior stress às plantas, nem fosetil de alumínio por ser incompatível com os adubos foliares.

2) INTERVENÇÕES NA VEGETAÇÃO

· De acordo com o grau de afetação das videiras, aconselhamos as seguintes intervenções:

Estado da Videira – Videira pouco afetada

Forma de Intervenção – Desponta e poda seletiva eliminando os pâmpanos mais danificados

Estado da Videira – Videira muito afetada

Forma de Intervenção – Não fazer qualquer intervenção

 

Circular n.º 6 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 5 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 4 da Estação de Avisos do Douro

Circular n.º 3 da Estação de Avisos do Douro

Circular n.º 4 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 2 da Estação de Avisos do Douro

Circular n.º 3 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 1/2020 da estação de Avisos do Douro

Circular n.º 2 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 1/2020 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

2019

Circular n.º 19 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 18 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 17 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho

Circular n.º 16 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha: Podridão Cinzenta

Circular n.º 15 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha: Podridão Negra

Circular n.º 13 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha: Podridão Negra

Circular n.º 12 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Actinídea

Circular n.º 11 da Estação de Avisos do Douro – Cigarrinha da Flavescência Dourada

Circular n.º 11 da Estação de Aviso de Entre Douro e Minho – Vinha – Medidas Preventivas

Circular n.º 10 da Estação de Avisos do Douro – Cigarrilha da Flavescência Dourada

Insecticidas homologados para combate à cigarrilha da flavescência dourada

Fungicidas homologados para combate ao míldio da videira

Fungicidas homologados para combate ao oídio da videira

Circular n.º 10/2019 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha: Podridão Negra

Circular n.º 09/2019 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha: Podridão Negra

Circular n.º 8/2019 da Estação de Avisos do Douro – Cigarrinha da Flavescência Dourada

Inseticidas homologados para combate à cigarrinha da flavescência dourada

Inseticidas homologados para combate à traça-da-uva

Fungicidas homologados para combate à podridão negra

Fungicidas homologados para combate ao míldio da videira

Fungicidas homologados para combate ao oídio da videira

Circular n.º 08/2019 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha Míldio

Circular n.º 07/20129 da Estação de Avisos do Douro – Oídio e Míldio

Fungicidas homologados para combate à podridão negra (Black Rot)

Fungicidas homologados para combate ao míldio videira

Fungicidas homologados para combate ao oídio videira

Circular n.º 07/2019 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha – Míldio

Circular n.º 06/2019 da Estação de Avisos de Entre Douro e Minho – Vinha – Míldio

Circular n.º 04/2019 da Estação de Avisos do Douro: recomendações para o tratamento do míldio e oídio da videira.

Em virtude do aumento acentuado da temperatura que se verificou durante o fim de semana, e à previsão do IPMA que aponta para a continuação de temperaturas altas nos próximos dias, alertamos para o seguinte:

No caso de ter havido infeções de míldio nos períodos indicados na Circular nº 4, as manchas primárias poderão sair 2 a 3 dias antes das datas referidas na circular (nos locais mais quentes da região). Assim aconselhamos:

– Quem fez o tratamento anti-míldio antes do dia 10 de abril e ainda não o repetiu, deve fazer novo tratamento anti-míldio de imediato, com um fungicida sistémico que possua ação curativa e anti-esporulante.

– Quem fez o tratamento anti-míldio depois do dia 10 de abril e ainda não o repetiu, aconselhamos a efetuarem um novo tratamento anti-míldio antes do dia 3 de maio.

Circular nº 05/2019 – Vinha – Míldio, Oídio, Podridão Cinzenta, Black-Rot, Geada, manutenção do solo

Circular n.º 04/2019 – Vinha – Míldio

Circular n.º 03/2019 – Vinha – Escoriose Americana

Circular n.º 02/2019 – Escoriose da Videira

Aviso – Vinha: Doenças do Lenho

Ofício circular n.º 2/2019 – Primeira deteção de Xylella Fastidiosa em Portugal

Circular n.º 1/2019 – Manutenção do solo da vinha

Circular n.º 1/2019 – Vinha

Circular n.º 14/2018 – Vinha – Míldio (Plasmopora Vitícola)

Circular n.º 13/2018 – Vinha – Míldio

Circular n.º 11/2018 – Doenças do lenho da videira